JORNAL NAVARRO

“Navarro”, porquê?

O narrador comum narra como algo poderia acontecer acidentalmente. O bom narrador faz acontecer algo no momento atual diante dos nossos olhos. O mestre narra como se acontecesse de novo algo há muito acontecido.

Hugo Hofmannsthal

Navarro

Publicar “pequenas grandes” narrativas, produzidas pelos diferentes atores de uma comunidade educativa é, inquestionavelmente, o objetivo basilar de um jornal escolar.

A escola tem sido, permanentemente, convocada a desempenhar as mais variadas missões educativas, que poderão encontrar no jornal escolar um espaço de partilha para toda a comunidade educativa e para aqueles que desejarem conhecê-la, por isso impõe-se o dever de estabelecer uma comunicação entendida por toda a comunidade que a integra, pautada pela transparência, pela diversidade e pela tolerância. Neste contexto, o compromisso que qualquer jornal pretende estabelecer com os seus colaboradores solicita valorização e respeito no seu desenvolvimento, permitindo-lhe editar narrativas diversificadas, testemunho do empenho de todos.

Marguerite Duras sustenta que os jornalistas são os trabalhadores manuais, os operários da palavra, que o jornalismo só pode ser literatura quando é apaixonado. Neste sentido, escrever para o jornal costuma ser prática de todos aqueles que gostam de comunicar, tornando-se uns verdadeiros “operários da palavra”. Sem dúvida que é um “jornalismo apaixonado” que tentamos praticar, convocando, para isso, aqueles que o sentem e gostam de partilhar, na busca de um elo comum que os identifique e os reconheça nas suas ações e nas suas diferenças.

O nome Navarro, para o Jornal da nossa Escola, resultou da auscultação de todos, seguida de uma criteriosa seleção, baseada no princípio básico da singularidade da comunidade escolar a representar. Este periódico intenta emergir em duas publicações no presente ano letivo, tendo surgido no passado mês de janeiro o seu primeiro número.

A Equipa da Biblioteca, enquanto estrutura dinamizadora do Jornal, agradece a colaboração de todos e, mais uma vez, apela ao seu contributo na construção do segundo número deste periódico.

 

O Jornal Navarro

Adicionar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *